Delicioso, natural, saudável e nutritivo.

Definição

Mel é a substância natural produzida pelas abelhas a partir de néctar de flores e/ou açúcar de plantas. É chamado simplesmente de “mel” ou “mel de abelha”.
(Fonte: ANVISA)

Classificação

O mel é classificado de acordo com o processo de obtenção (virgem, centrifugado, prensado ou em favos) ou segundo suas características físicas e químicas (de mesa ou industrial).

Sempre delicioso e saudável, o mel é classificado de duas maneiras:

[su_row][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]

1 – De acordo com o processo de obtenção:

a) Mel Virgem – produto que flui espontaneamente dos favos, quando desoperculados.
b) Mel Centrifugado – obtido por processo de centrifugação.
c) Mel Prensado – obtido por compressão a frio.
d) Mel em Favos – mantido dentro dos próprios favos.

[/su_column][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]

2 – De acordo com as suas características físicas e químicas:

a) Mel de mesa – quando é o produto in natura.
b) Mel industrial – quando obtido através de processo de prensagem, centrifugação ou outro processo industrial.

[/su_column][/su_row][su_row][su_column size=”1/1″ center=”yes” class=””]

Composição

Apesar do mel ser basicamente uma solução saturada de açúcares e água, seus outros componentes, aliados às características da fonte floral que o originou, conferem-lhe um alto grau de complexidade.
A composição média do mel pode ser resumida em três componentes principais: açúcares, água e diversos. Por detrás dessa aparente simplicidade, esconde-se um dos produtos biológicos mais complexos, que inclui em sua composição enzimas, proteínas, ácidos e minerais diversos.

Coloque mais sabor no seu dia a dia. Use Mel.

[/su_column][/su_row]

Tipos de Mel

Cada tipo de mel apresenta características únicas, com variações de sabor, cor e até mesmo aroma, de acordo com as floradas que cada tipo de abelha utiliza para produzi-lo. Os tipos de mel mais consumidos no Brasil são Silvestre, de Flor de Laranjeira, de Cipó-uva, Assa-peixe e de Flor de Eucalipto.

Mel é alimento de alta qualidade!
Inclua na sua dieta regular.

Utilização

Através dos tempos, o mel sempre foi considerado um produto especial, utilizado pelo homem desde os tempos mais remotos. Existem evidências de seu uso pelo ser humano aparecem desde a Pré-história, com inúmeras referências em pinturas rupestres e em manuscritos e pinturas do antigo Egito, Grécia e Roma.

A utilização do mel na nutrição humana não deveria limitar-se apenas à sua característica adoçante, como excelente substituto do açúcar, mas principalmente como alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo.

Mel faz bem para sua saúde.
Propriedades Terapêuticas

A utilização dos produtos das abelhas para fins terapêuticos é chamada Apiterapia, ciência que vem crescendo bastante nos últimos anos e inclui inúmeros trabalhos científicos, que fazem com que os efeitos benéficos à saúde humana sejam levados em consideração por um número cada vez maior de profissionais da saúde.

No Brasil, o mel é mais considerado como medicamento do que como alimento. Seu uso como alimento praticamente se restringe às épocas mais frias do ano, quando ocorre um aumento nos casos de problemas respiratórios. Aqui, seu consumo como alimento ainda é muito baixo, cerca de apenas 300 g/habitante/ano. Para se ter ideia, nos Estados Unidos, na Comunidade Europeia e África o consumo chega a mais de 1 kg/ano/habitante.

Dentre as inúmeras propriedades medicinais atribuídas ao mel pela medicina popular, e que vêm sendo comprovadas por inúmeros trabalhos científicos, sua atividade antimicrobiana talvez seja seu principal efeito ativo.

Mas os benefícios não param por aí. Por suas propriedades antissépticas e antibacterianas fazem com que ele seja utilizado como coadjuvante na área terapêutica em diversos tratamentos profiláticos. Popularmente, também se atribui ao mel propriedades antianêmicas, emolientes, digestivas, laxativas e diuréticas.

Apesar da medicina popular atribuir ao mel inúmeras propriedades curativas, sendo muitas delas já comprovadas por pesquisadores do mundo inteiro, a sua utilização para fins terapêuticos deve ser indicada e acompanhada por profissionais da saúde. Nenhum medicamento deve ser substituído sem o devido aval médico.

Viva com mais saúde consumindo mais MEL.

O Mel e Nossa Saúde

Saboroso e muito utilizado no preparo de pratos doces, molhos e até bebidas, graças à sua versatilidade, o mel também atua a favor da saúde, uma vez que fortalece a imunidade do nosso organismo, além de auxiliar a nossa capacidade digestiva.

O mel tem muito mais para nossa saúde!

abelha

O Mel e Seus Benefícios

Fonte de glucose, frutose e sacarose, o mel também apresenta outras características que o tornam um bom agente que combate algumas doenças, pois é um excelente antisséptico, antioxidante, e muito digestivo, diurético, e um expectorante e calmante natural. Além disso tudo, o mel é o único alimento naturalmente doce que apresenta em sua composição vitaminas e sais minerais – como o magnésio, o cálcio, o potássio e o fósforo – substâncias que são fundamentais para a boa saúde. A quantidade diária indicada de mel pode variar entre uma colher de chá a uma colher de sopa.

bullet Benefícios bullet

[su_row][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]

bulletPrevenção do Câncer

Por ser uma fonte natural de antioxidantes – capazes de reduzir o metabolismo das células cancerígenas do corpo – o mel ajuda a reduzir as probabilidades de uma eventual ocorrência de câncer. Os antioxidantes presentes no mel protegem as células dos radicais livres. A combinação de mel e canela, segundo estudos científicos, por exemplo, ajuda na prevenção do câncer.

bulletPele

O mel também traz alguns benefícios para a nossa pele. Ao fazermos uso do alimento na pele, ela se torna mais macia, mais uniforme e sem manchas ao longo do tempo, pois o mel previne o ressecamento da pele. Ele também auxilia na recuperação das peles que sofreram cortes e queimaduras, quando aplicado nas feridas, graças ao peróxido de hidrogênio presente em sua composição.

bulletEnergia do Corpo

Fonte de energia instantânea, por causa de sua alta quantidade de teor de glicose, o mel não somente ajuda os minerais a se manterem no nosso organismo como também faz com que o nosso organismo absorva a glicose do mel de maneira mais rápida, fazendo dele um alimento indicado para atletas e quaisquer pessoas que precisem de um pouco mais de energia.

bulletTosse e Infecção de Garganta

As propriedades antimicrobianas do mel fazem com que o consumo dele previna as inflamações e infecções de garganta. A mistura de mel, limão e água combate a dor de garganta, uma vez que o mel auxilia na inibição da desgranulação dos mastócitos, levando à redução das diversas reações alérgicas que podem surgir.

[/su_column][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]

bulletProblemas Cardíacos

Por ser uma ótima fonte de flavonoides e antioxidantes, o mel auxilia na redução da taxa de oxidação do colesterol ruim, o LDL. Os antioxidantes presentes no mel auxiliam na redução da formação de placas de gordura nas artérias.

bulletPerda de Peso e Emagrecimento

O mel é um excelente substituto do açúcar branco, pois, além de ser um ingrediente natural, possui menos calorias e um sabor mais doce. Os aminoácidos e minerais presentes no mel auxiliam o metabolismo e ajudam a reduzir as chances de ganho de peso. O índice glicêmico do mel é alto, e a glicose é absorvida pelo corpo de maneira mais lenta.

bulletImunidade

Por ser uma boa fonte de diversos minerais e antioxidantes, o mel possui a capacidade de diminuir a permeabilidade capilar e a fragilidade, por aumentar os níveis de antioxidantes, além de melhorar o processo digestivo.

bulletCabelos

Apesar dos benefícios do mel para o cabelo não serem comprovados cientificamente, algumas pessoas fazem uso do alimento, passando o mel diretamente no cabelo, na busca por brilho e hidratação.

bulletSaúde Geral

Os benefícios que o mel traz para a saúde envolvem especialmente uma melhora significativa na resistência do nosso organismo contra as gripes e os resfriados, pois combate os micróbios, além de ser um antisséptico natural. Portanto, o consumo de mel é indicado especialmente para combater problemas de saúde como:

Bronquite, asma e dor de garganta – devido às suas características antibióticas e antissépticas.

Prisão de ventre – pois ajuda o movimento do intestino.

Má digestão e úlceras gástricas – as enzimas presentes no mel facilitam o processo da digestão.

[/su_column][/su_row]

Combinações Saudáveis

[su_row][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]

A combinação de mel e outros ingredientes podem intensificar seu poder e trazer ainda mais benefícios para a nossa saúde.

bulletMel com Própolis

Alivia os sintomas de gripe, faringite, amigdalite e resfriado. O própolis é amplamente utilizado pelas pessoas devido às suas contribuições como antibacteriano, antifúngico e antiviral, além de estimular o sistema imunológico e ajudar na cicatrização e regeneração de tecidos.

bulletMel com canela

Beneficia o processo digestivo, combatendo a má digestão, que pode ocorrer após uma refeição muito gordurosa. Assim, após uma refeição exagerada, a preparação de chá com uma colher de chá de mel e canela é uma boa opção para ajudar a digestão.

bulletMel com limão

Ajuda a prevenir o aparecimento de doenças como gripe e resfriado, pois o limão é uma excelente fonte de vitamina C – uma aliada que ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

bulletMel com leite

Um copo de leite morno com uma colher de sopa de mel auxilia a qualidade do sono, pois o leite morno confere uma sensação reconfortante, ajudando o corpo a relaxar. Já o mel, além de ser uma excelente fonte de triptofano, é também fonte de carboidrato simples, que facilitam a absorção do triptofano, ajudando a melhorar a qualidade do sono.

[/su_column][su_column size=”1/2″ center=”no” class=””]combinações saudaveis[/su_column][/su_row]

Da colmeia só sai coisa boa!

Outros Produtos das Abelhas

Própolis – substância viscosa produzida pelas abelhas a partir de resinas vegetais que são alteradas pela ação das enzimas contidas em sua saliva. Devido sua forte ação antimicrobiana, a Própolis é conhecida como “antibiótico natural”.

 

Geleia Real – substância que as abelhas operárias produzem para alimentar a abelha rainha durante toda a sua vida. A geleia real é considerada por muitos especialistas como um superalimento, pois possui nutrientes como proteínas, aminoácidos, carboidratos, além de oligoelementos como magnésio e cálcio.

Pólen – o pólen extraído das plantas é transformado pelas abelhas por meio de um conjunto de enzimas, que lhe permitem digeri-lo.O pólen é composto por vitaminas, hidratos de carbono, proteínas e outros nutrientes.

bulletPrópolis

Conhecida como antibiótico natural por suas propriedades terapêuticas já estudadas e comprovadas, a própolis proporciona a cada dia novas descobertas e novas indicações para tratamento de diversos males.

• Antibacteriana: é eficiente na destruição de uma vasta gama de bactérias nocivas ao ser humano. As bactérias sucumbem à ação dos componentes presentes na própolis, formando um antibiótico muito eficiente. Por essas propriedades, é muito indicada no tratamento de doenças como anginas, amidalites, faringite, laringite, gengivite, estomatites, abcessos dentários, aftas, sinusites, bronquites, gripes, rinites, entre outras.

• Antiviral: a ação antiviral da própolis é conhecida principalmente pelo seu ótimo efeito contra alguns vírus, por isso, sua utilização também é indicada contra doenças como herpes, gripes, resfriados, conjuntivite e dores de garganta.

• Antifúngica: sua ação antifúngica a torna capacitada para o tratamento de problemas de couro cabeludo, micoses em geral, frieiras e pé de atleta, etc.

• Anti-inflamatória: ação verificada com eficácia principalmente no tratamento de artrites, artroses e reumatoides.

• Antioxidante: sua atividade antioxidante combate os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento do corpo humano e da mutação do material genético. A presença de compostos fenólicos em sua composição química aponta para sua eficácia como antioxidante.

• Anticancerígena: trabalhos desenvolvidos pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA apontam para atividade anticancerígena importante em alguns tipos de própolis. Estudos aprofundados estão sendo realizados nessa linha e as esperanças são muitas quanto a ação anticancerígena da própolis.

• Cicatrizante e Regeneradora de Tecidos: muito eficaz no tratamento de dermatites, feridas, úlceras e queimaduras, devido à presença de flavonoides e aminoácidos em sua composição.

• Anestésica: ação anestésica que a torna eficiente no combate a dores de garganta, amidalites, dores de dentes, etc.

• Imunoestimulante: também possui efeito imunoestimulante, ou seja, estimula a produção de células produtoras de anticorpos, fortalecendo, assim, o sistema imunológico e aumentando a resistência a doenças e infecções.

bulletGeleia Real

• Reduz o esgotamento físico e mental, aumentando a energia, resistência e força física;

• Melhora a capacidade do corpo para renovar as células;

• Melhora o metabolismo;

• Reduz o estresse e acalma o sistema nervoso;

• Diminui linhas de expressão e, com isso, reduz os sinais de envelhecimento;

• Ótimo anti-inflamatório natural para inflamações causadas por lesões;

• Aumenta naturalmente o sistema imunológico do corpo;

• Ajuda a baixar os níveis de colesterol ruim;

• Tratamentos hipercolesterolêmicos;

• Tratamentos hiperlipidêmicos;

• Utilizado para tratamentos da menopausa;

• Ajuda a combater problemas que estão relacionados ao desequilíbrio hormonal;

• Ajuda amenizar a TPM;

• Um antídoto útil para gastrite, úlceras e problemas digestivos.

• Uma excelente ajuda para um fígado saudável, para melhorar o apetite das crianças, dentes e crescimento ósseo, anemia, artrite e para a nutrição de pessoas fisicamente ativas.

bulletPólen

O pólen deve ser consumido diariamente, bastando uma única colher de sopa para trazer mais ânimo e saúde.

• Envelhecimento Cerebral: fornece todos os aminoácidos (proteínas) necessários para a fabricação de um neuro-hormônio produzido na glândula hipófise do cérebro que controla a dor e aumenta a capacidade das pessoas de reduzirem o stress, amnésia e cansaço mental. Quando consumido, o pólen produzirá efeito eufórico, aumentando a capacidade física e mental. Isto explica a ação do pólen no que diz respeito ao humor, euforia, vitalidade e principalmente a diminuição do envelhecimento cerebral e stress.

• Potente energizante: a quantidade de nutrientes contidas no pólen já é suficiente para melhorar a disposição ao longo do dia. Ainda a quantidade de carboidratos, proteínas e vitaminas do complexo B contidas nesse alimento aumentam o vigor e ajudam a dar um basta no cansaço.

• Benefícios para a pele: é ótimo anti-inflamatório para a pele e ajuda a tratar irritações como eczemas e psoríase. Os aminoácidos e os outros nutrientes presentes no pólen ajudam a proteger a pele e regenerar as células.

• Ação sobre o aparelho digestivo e intestinal: melhora a digestão devido à presença das enzimas benéficas a digestão e também devido a sua composição promovendo o equilíbrio da flora intestinal.

• Ação protetora do sistema vascular: devido à grande quantidade de rutina (bioflavonoide antioxidante), o pólen acaba sendo ótimo tonificante para os capilares e vasos sanguíneos atuando sobre o sistema circulatório, promovendo um fortalecimento das veias e artérias. Ajuda a prevenir o entupimento das artérias sendo ótimo para prevenir infartos e AVC’s e também é indicado para pessoas que possuem varizes.

• Benefícios para a Próstata: o pólen é rico em hormônios vegetais e enzimas que atuam sobre a próstata. Sabe-se que os hormônios vegetais não têm efeitos colaterais e tem a surpreendente faculdade de regular as glândulas endócrinas. Para os que sofrem de hiperplasia na próstata, este superalimento pode ajudar pois diminui a inflamação e diminui a urgência ao urinar.

• O pólen e a visão: o pólen por sua riqueza em vitamina A, tem papel importante para a visão, diminuindo o cansaço ocular e melhorando a visão, especialmente dos idosos.

• Ação na hemoglobina do sangue: o pólen é rico em ferro, em vitaminas do grupo B (particularmente B12) que aumentam a taxa de hemoglobina dos glóbulos vermelhos auxiliando no tratamento a anemia.

• Ação sobre os radicais livres: auxilia e muito a diminuir a ação dos radicais livres.

• Ação reguladora hormonal: estimula a produção dos hormônios femininos e masculinos. Assim como a geleia real, é indicada para as síndromes do climatério feminino e masculino, por atuar como estimulador do organismo e regulador das funções orgânicas. evita a necessidade de reposição hormonal artificial nas mulheres (com raras exceções), reduz os efeitos incômodos da menopausa. Para homens na andropausa, após os 50 anos de idade, evita o crescimento da próstata.